Menu Lateral
 
Lagoa Dourada, 26 de Maio de 2017 :: 17 visitantes online.

Consciência negra é abordada em palestra para educadores de Lagoa Dourada

Publicado em 20/11/2015 00:00:00


 Na última quarta-feira (18), os professores da rede de ensino municipal de Lagoa Dourada receberam a palestrante Doutora Rosa Margarida Rocha, autora dos livros “A história da África na Educação Básica” e “Pedagogia da Diferença: a tradição oral africana como subsídio para a prática pedagógica brasileira”. A palestra debateu temas relacionados à abordagem das diferenças étnico-raciais na escola, ao Dia da Consciência Negra e a Lei 10.639/03.

A palestra foi promovida pela Secretária de Educação do munícipio visando à capacitação dos profissionais da educação para tratar de maneira qualificada e didática o tema diversidade e para discutir os métodos de inclusão da Lei 10.239/03 no currículo escolar do município. Além disso, faz parte da programação da Semana da Consciência Negra.

Segundo artigo publicado no Brasil Escola, a Lei 10.639/03 propõe novas diretrizes curriculares para o estudo da história e cultura afro-brasileira e africana nas escolas públicas e privadas. Por exemplo, os professores devem ressaltar em sala de aula a cultura afro-brasileira como constituinte e formadora da sociedade brasileira, na qual os negros são considerados como sujeitos históricos, valorizando-se, portanto, o pensamento e as ideias de importantes intelectuais negros brasileiros, a cultura (música, culinária, dança) e as religiões de matrizes africanas.

Para a palestrante Rosa Margarida o conteúdo “deve ser inserido de forma multidisciplinar. Cada uma das disciplinas deve abordar os conteúdos necessários sobre história da África, história dos afro-brasileiros e educação para as relações étnico-raciais. Assim, cada uma delas tem um objetivo a cumprir: contar à história que não nos foi contada nos livros didáticos e que não estão no currículo, mas que agora a partir da Lei 10.639 são obrigadas a estar”.

Rosa também destaca o papel do educador na formação cidadã dos alunos: “É fundamental o papel do professor, sendo ele mediador na construção do conhecimento. As estratégias pedagógicas escolhidas por ele que resultarão com o que a criança seja formado integralmente, que tenha valores bem fundamentados sobre respeito às diferenças e diversidades”.  

A respeito da palestra em Lagoa Dourada, a palestrante acredita que os professores tenham compreendido que a Lei 10.239/03 vai muito além de uma obrigatoriedade do currículo escolar. “Eu espero que os professores percebam a amplitude que esta lei tem. Como uma lei anti racista, que vem dizer sobre direitos humanos e comtemplar a nossa Constituição Nacional que prega direitos iguais para todos”, finaliza Rosa.

Professores lotam o Auditório Paulo Freire na palestre, que aconteceu na parte da manhã e na parte da tarde.

http://lagoadourada.mg.gov.br


Mais Notícias

(c) 2017 - Prefeitura Municipal de Lagoa Dourada
Endereço: Rua Dr. Abeilard Pereira, nº 299 Cep: 36.345-000 - Cidade: Lagoa Dourada / MG
Tel.: (32) 3363-1122 - Email: gabinete@lagoadourada.mg.gov.br

Versão: 2017.04.10
Alternar para Versão Mobile
Desenvolvido por: